10 #Lua de mel 1: Lençóis Maranhenses e Monte Verde

Bom dia pessoal!!!

Minha linda e eterna namorada ainda está sem internet, por isso estou aqui direto da Alemanha fazendo posts para substituí-la. =D
E hoje vamos começar uma nova série sobre lua-de-mel e possíveis locais para vocês irem após a festa de casamento. E nada melhor do que começar com locais do nosso país, certo? Hoje vou mostrar para vocês um pouco sobre os Lençóis Maranhenses e Monte Verde, duas opções para quem gosta tanto de calor quanto de frio. Vamos lá:

Lençóis Maranhenses


Considerado um dos destinos mais bonitos do país, os Lençóis Maranhenses combinam quilômetros e quilômetros de dunas branquinhas pontilhadas por lagoas de água doce, ora azuis, ora verdes. A porta de entrada para o paraíso, protegido pelo status de Parque Nacional, é o município de Barreirinhas. De lá, é dada a largada para a exploração do cenário, que fica ainda mais exuberante entre os meses de junho e setembro, quando as lagoas estão completamente cheias.

Para conhecer os principais cartões-postais dos Lençóis - e outros recantos pouco conhecidos -, é fundamental o apoio das agências de turismo. Para entrar na reserva, por exemplo, é necessário acompanhamento de um guia credenciado. Já para circular pela região, repleta de trilhas de areia e rios, somente em veículos com tração nas quatro rodas ou de barco. Também são os jipes e barcos que levam aos povoados vizinhos, com atrações menos exploradas. Em Santo Amaro do Maranhão fica a maior lagoa da região, a da Gaivota. Já Atins é o acesso mais fácil para a praia de Lençóis, com 70 quilômetros de extensão e completamente deserta.

Passeios

Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses
O cenário paradisíaco do parque espalha-se por uma área de 155 mil hectares, abrigando dunas que chegam a 40 metros de altura, lagoas de águas transparentes com nuances que vão do azul turquesa ao verde escuro, praia desertas e aves migratórias. A principal porta de acesso para a reserva é Barreirinhas, de onde partem os passeios de jipe e as caminhadas que levam às atrações, como as lagoas Bonita e Azul. Dentro do parque, as estradas e as trilhas são de areia e sem sinalização, sendo obrigatório o tráfego em veículos 4x4 e a contratação de guias credenciados (inclusive para os percursos a pé). É recomendável levar água e comidas leves para os passeios, uma vez que não há infra-estrutura de apoio na área protegida pelo parque.

Lagoa Bonita e Lagoa Azul
Apesar de estarem relativamente na mesma direção, cada lagoa exige um dia exclusivo de passeio e muita disposição para caminhar em meio às dunas. Para chegar à lagoa Bonita, é preciso subir um monte de areia de 40 metros - há cordas de auxílio ao longo do percurso para ninguém desanimar. Já a lagoa Azul, que faz jus ao nome e é uma das mais concorridas da região, tem acesso menos complicado. Por ali, vale a pena esperar o cair da tarde para assistir o pôr-do-sol de camarote. Entre os meses de abril e junho surgem diversas outras lagoas no entorno de Bonita e Azul, incrementando o visual.

Rio das Preguiças
O passeio dura o dia inteiro e segue margeando mangues, buritizais e igarapés. O roteiro inclui paradas nas dunas e lagoas dos Pequenos Lençóis; no farol de Mandacaru - com vista panorâmica; e em Caburé, para almoço. A viagem prossegue até Atins, foz do rio Preguiças. O tour se encerra com o pôr-do-sol visto da embarcação.

Praia de Lençóis
Com quase 70 quilômetros de extensão, a praia de Lençóis é praticamente deserta. A melhor maneira de chegar até lá é a partir da vila de Atins, a uma hora de barco de Barreirinhas.

Vila de Santo Amaro do Maranhão
Entrada alternativa para os Lençóis Maranhenses, a vila encravada nas dunas abriga a lagoa da Gaivota, uma das maiores da região, de água azul-turquesa e cercada por montes de areia fininha. A profundidade chega a 2,5 metros e o convite ao banho é irresistível. Santo Amaro fica a quase 100 quilômetros de Barreirinhas, sendo que metade do caminho é de trilhas arenosas. Para chegar lá, somente em veículos 4x4. Agências da cidade oferecem passeios de um dia.

Farol Preguiças
Vale a pena encarar os 160 degraus que levam ao topo do farol, a 35 metros de altura. Lá em cima, a vista panorâmica descortina o rio, o mar e os Lençóis. Erguido em 1940 no povoado de Mandacaru, o farol fica a uma hora de viagem pelo rio Preguiças.

  


Monte Verde
Conhecida como a “capital brasileira da lua de mel”, Monte Verde é um dos lugares mais altos do país, com 1 600 metros de altitude, espremida entre uma faixa de Mata Atlântica e uma grande plantação de pinheiros e eucaliptos. Lá, o visitante vai se deparar com tudo o que tem de melhor, como fondue, casa de chás, lojinhas de chocolates caseiros e ainda pousadas e hotéis charmosos equipados com lareira, jacuzzi quentinha ao ar livre, piscina aquecida e muito mais para deixar a hospedagem na cidade ainda mais gostosa.

Monte Verde, no inverno, acorda preguiçosa, coberta de gelo. É um belo e imperdível espetáculo de luzes e cores ver o sol investindo sobre os campos congelados, sentir o ar puríssimo e beber das águas limpas e frias que descem das montanhas. Excelente opção para casais que desejam uma hospedagem romântica.

Passeios

Cachoeira dos Pretos
Uma vez em Monte Verde, aproveite para conhecer a Cachoeira dos Pretos. Além das várias quedas d'água e corredeiras, o local conta com trilhas em meio à mata ciliar, piscina natural, bicas para banho e muito mais. Com 154 metros de altura, um grande volume de água e o estrondo provocado pelas quedas fazem dela a mais imponente cachoeira do Estado. Nas noites em que ocorrem eventos especiais, a cachoeira é totalmente iluminada, proporcionando um belíssimo espetáculo visual.

Pico da Serra da Mantiqueira
Se você gosta de andar e curtir bonitas paisagens, e principalmente se for um adepto do ecoturismo, um passeio imperdível são as caminhadas até o topo da Serra da Mantiqueira, exatamente na divisa entre Minas Gerais e São Paulo. As trilhas abertas na mata levam aos picos mais altos da região, que podem ser avistados da própria vila: Chapéu do Bispo, Pedra Redonda e Pedra Partida. Quem chega lá em cima é recompensado com um belo visual: pode-se ver toda Monte Verde, Campos do Jordão e outras cidades do Vale do Paraíba. Estas trilhas são relativamente leves, podendo ser feitas até mesmo por crianças, e estão bem demarcadas, dispensando o acompanhamento de guias.

Rafting no Rio Jaguari
As pedras e quedas d'água no caminho garantem um passeio cheio de adrenalina na prática do rafting, no Rio Jaguari, em Monte Verde. O rio Jaguari é considerado um dos melhores locais do Brasil para este esporte e o percurso de 7 km é vencido em cerca de 3 horas. A melhor época para a prática do rafting é a estação das chuvas (de setembro a maio), quando o volume das águas é maior. A descida é totalmente segura, feita com guias experientes, equipamento de segurança e pessoal de apoio. A aventura só exige disposição para experiências emocionantes.

Trilha do Pinheiro Velho
Picada que começa perto da avenida principal e leva até o aeroporto. Essa trilha pode ser percorrida em poucos minutos, mas vale a pena andar devagar e aproveitar o bonito visual ao longo do caminho, cuja vegetação nativa inclui árvores centenárias e o mais antigo pinheiro de Monte Verde, que tem mais de 500 anos.

Outras atrações
Monte Verde oferece galerias e lojas diversas para suas compras, passeios a cavalo, jeep, quadriciclo, motos, trenzinho, avião monomotor, patinação no gelo, caminhadas, trilhas p/ as pedras, cachoeiras, rafting e muito mais.

  


Por hoje é isso pessoal, já sabem para onde irão na lua-de-mel de vocês?
Eu e a Icara já estamos quase decidindo e assim que fecharmos vamos postar aqui para vocês!

Grande beijo,
Thiago
O noivo na Alemanha

10 comentários:

  1. 2 lugares lindos!

    Ai como eu quero viajar mt por esse brasil!

    :D

    fernandamouta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. aiiiiiiii que lugares MARAVILHOSOSSSSSSS ^^

    Estou encantada... mas eu ainda prefiro lugares frios rsrs...

    Bjsss

    ResponderExcluir
  3. Oi adorei o blog de vcs, estou seguindo, me sigam lá tbm http://vamoscasarem2014.blogspot.com/,sobre o post já pensei em Montes Verdes, mas os Lençois Maralhenses ssão uma ótima opção tbm, bjus

    ResponderExcluir
  4. Lindo!!

    Ótimos destinos!

    bjs!!

    www.diariodeumabride.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Os dois lugares são ótimos, gostei muiiito :)

    Beijinhos'

    ResponderExcluir
  6. Ahhh Monte Verde é demais! =) Aqui pertinho de mim!

    A Cachoeira dos Pretos é na cidade vizinha aqui da onde eu moro! Vale super a pena conhecer. rs

    Amoooo frio!

    ResponderExcluir
  7. Ah os dois lugares são ótimos mas eu amo os Lençóis Maranhenses lá é maravilhoso!
    Lindo demais!

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Que lindo, que sonho... Amei tudinho!!! Quem me dera, ai, ai... rsrsrsrs... Xero!

    solteiras-noivas-casadas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Ótimo post, adorei as escolhas de sugestões!!!! Não conheço ainda ambos, que vontade que deu agora!!
    Bjs =^.^=

    ResponderExcluir
  10. Já fui pra Camanducaia, uma cidade ao lado de Monte Verde... e posso dizer uma coisa... é frio, muito frio! Uma delícia pra ficar juntinho... :)

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Noivos em Apuros © Copyright 2012.|TODOS DIREITOS RESERVADOS| Feito porLaysa layout.